Apelo ao Bunkyo

Quem é da comunidade nikkey paulistana conhece o Bunkyo, no bairro da Liberdade.

Um prediozinho simpático na Rua São Joaquim, que acolhe de cursos de japonês a exposições de mangá, passando por danças típicas e concursos de cosplay.

Como toda associação sem fins lucrativos, ela precisa se virar pra se manter — por exemplo, alugando seus espaços para eventos de terceiros.

Mas, veja, Sr. Wilson Higa (responsável pela locação do Bunkyo, que deu entrevista nesta matéria da Folha), há limites para tudo.

Dizer que o Bunkyo vai receber um evento terraplanista porque “não tem nenhuma ideologia política ou religiosa” não é um argumento decente.

Quer dizer que o Bunkyo aceitaria um evento que negasse que uma bomba atômica destruiu as cidades de Nagasaki e Hiroshima?

Ou um evento que afirmasse que o genocídio nazista contra o povo judeu é pura fantasia?

Ora, bolas, Sr. Higa, tenha um pingo de dignidade.

Vamos ao que importa.

Em nome do pensamento científico, do qual sou defensor por meio do Naruhodo Podcast, fica aqui o meu APELO ao senhor Renato Ishikawa, Presidente do Bunkyo, para que o evento terraplanista seja rejeitado.

Pra evocar o senso de honra nipônico: por favor, não deixe que os descendentes de japoneses no Brasil passem essa vergonha por uma omissão sua.

*

Materia da Folha no Outline: https://outline.com/MTSzRZ

5 comentários

  1. Nossa nunca tive tanta vergonha da comunidade Nikkei, e isso infelizmente tá mais comum do que imaginamos. Pessoas da comunidade apoiando terraplanistas e disseminadores de fatos científicos do zap.

    Curtir

  2. Nasci e cresci na Liberdade, conheço o Bunkyo apesar de não ter ido lá tantas vezes. É um local de referência no bairro e sediar um encontro de lunáticos depõe de forma desmerecedora à tradição do lugar. Dinheiro não é tudo, senhor administrador.

    Curtir

  3. Lamentável esse clamor pela velha e simples censura, como se isso fosse resolver o problema da crença no terraplanismo. Sinceramente, acho pior o espírito autoritário do que a crença em teorias obviamente erradas. Calar a voz de quem acredita nisso só vai ter um efeito: dar razão as teorias da conspiração que alimentam essa crença, porque eles “falam o que outras pessoas querem esconder”. É pela censura e ridicularização que esse grupo cresce e se fecha em si mesmo, tornando-se mais um refúgio para outsiders do que uma crença real.

    Curtir

    1. Ninguém está calando nem censurando ninguém, Marcos. O Bunkyo é uma associação cultural e educacional, por isso não pode disseminar negacionismo à ciência. O tal evento pode muito bem ser realizado em espaços sem estatuto, como hotéis e afins — como ele aconteceu. E, não, não é pela censura e ridicularização que esse grupo cresce: é pela disseminação da ignorância, mesmo.

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s